sexta-feira, 9 de maio de 2008

Maior reserva de orangotangos pode desaparecer

A maior reserva de orangotangos do mundo, em Kalimantan (ilha de Bornéu, Indonésia), desaparecerá em três anos devido ao aumento das plantações de óleo de palma, denunciou esta quinta-feira a organização não-governamental «Orangutan Protection», noticia a agência Lusa.

Orangotango

A organização não-governamental (ONG) indicou que a exploração das florestas tropicais naquela região reduziu a população de símios para cerca de 20 mil, quando em 2004 ainda eram 31.300.

Há dez mil anos atrás, os orangotangos, os segundos maiores primatas, existiam em todo o Sudeste Asiático até ao Sul da China, sendo que actualmente as florestas tropicais nas ilhas de Samatra e Bornéu (Indonésia) constituem um dos seus últimos habitats naturais no planeta.

Hardi Baktiantoro, responsável da «Orangutan Protection», sublinhou que, desde 2004, cerca de 5 mil orangotangos morrem todos os anos na região, assegurando que esta espécie extinguir-se-á em 2011 se o Governo indonésio não a proteger do corte ilegal das florestas, plantações de palma e caça furtiva.

O responsável denunciou que as autoridades indonésias, em vez de protegerem a fauna da região, planeiam criar uma plantação de palma - usado na produção de biodiesel - de 4.450 quilómetros quadrados no meio da floresta tropical.

Papel da Indónésia

A desflorestação (legal e ilegal) para a criação de plantações de palma representa actualmente a principal ameaça para estes primatas, uma vez que centenas de hectares de floresta tropical são queimados anualmente, denunciam várias organizações internacionais.

O presidente da Indonésia, Susilo Bambang Yudhoyono, anunciou em Dezembro passado uma iniciativa para salvar os orangotangos durante a conferência das Nações Unidas sobre as Alterações Climáticas, em Bali, mas não obteve o apoio político necessário.

No ano passado, a Indonésia entrou no livro de recordes do Guiness como o país que mais depressa faz desaparecer as suas florestas tropicais, uma vez que, nos últimos anos, foram destruídos 1,9 milhões de hectares por ano.
Fonte: IOL (Portugal)

1 comentário:

sayrakidos disse...

o nao o que vai ser dos orangotangos sem esta reserva!?
vao acabar por se extinguirem
esta reserva era xelente aumentou o numero de orangotangos em pouco tempo e tava com um numero de orangotangos muito positivo.

Estado de Conservação dos Animais:

Estado de Conservação dos Animais
Clica na imagem para mais informações

Rating