sexta-feira, 17 de agosto de 2007

Lince: Centro de reprodução no Algarve contraria trabalho feito na Malcata

O presidente da Câmara Municipal de Penamacor disse hoje que a instalação de um centro de reprodução do lince-ibérico no Algarve contraria o trabalho feito na Serra da Malcata para receber aquela estrutura.

A instalação em Silves do Centro Nacional de Reprodução em Cativeiro do Lince-ibérico, em colaboração com o Parque Doñana, no Sul de Espanha, foi anunciada em Julho pelo ministro do Ambiente Nunes Correia.

Segundo um estudo da União Internacional para a Conservação (UICN) divulgado em Maio sobre os mamíferos em risco de extinção na Europa, só em Donãna e Sierra Morena (Sul de Espanha) resistem populações de lince-ibérico viáveis a longo prazo.

De acordo com o ministro do Ambiente, o centro de Silves vai receber animais de Espanha e repovoar a zona da Barragem de Odelouca.

Free Image Hosting at www.ImageShack.us
Lince Ibérico
(Clica na imagem para ampliar)

A reprodução em cativeiro vai acontecer ao abrigo de um programa ibérico de repovoamento, cujo protocolo será assinado a 01 de Setembro, adiantou Nunes Correia.

Para Domingos Torrão, porém, "a decisão política contraria o trabalho que tem sido feito nos últimos cinco anos na Reserva Natural da Serra da Malcata".

Segundo o autarca, "o Instituto de Conservação de Natureza investiu nos últimos cinco anos no repovoamento de coelhos e aquisição de centenas de hectares, para receber o lince".

Aquela reserva foi criada em 1981 para proteger o lince-ibérico, mas sem sucesso, sendo o centro de reprodução encarado como um passo fundamental para inverter o processo.

"Sempre foi dito por governos anteriores que havia condições para repor o lince. Aliás, os técnicos defendem a Serra da Malcata como habitat natural preferencial para a espécie", sublinha o autarca, para justificar a surpresa do investimento em Silves.

"Se a decisão política está tomada, pelo menos devemos ter a garantia de que os animais criados em cativeiro no Algarve vão repovoar a Malcata", defende Domigos Torrão.

Segundo Domingos Torrão, associado aos recentes investimentos no ordenamento da Reserva da Malcata, o município tem em fase de ante-projecto um Centro de Interpretação do lince-ibérico, "com um orçamento nunca inferior a milhão e meio de euros".

O município pretende candidatar o centro ao Quadro Nacional de Referência Estratégica, sob o lema "Terras do Lince" de promoção ambiental e turística do concelho.

"Vamos continuar a bater-nos para que esta reserva seja uma mais-valia para Penamacor e não um entrave", refere o autarca.

"Para já, temos um plano de ordenamento da Reserva restritivo, que limita a implantação de energias renováveis e investimentos turísticos", realça.

"Pelas nossas contas, estamos a perder um milhão de euros por ano por não poderem ser instaladas mais captações de energias renováveis, como energia eólica, num território onde há espaço para tudo", refere, numa alusão aos 16 mil hectares da Reserva Natural da Serra da Malcata, acrescentando que "o concelho não pode continuar a ser penalizado".

Fonte: Barlavento Online

3 comentários:

4amigos4ever disse...

Olá o teu blog continua muito bom, é bom ver alguem que se preocupa tanto com os animais, é pena é que muita gente não pense assim, fazendo tudo para acabar com algumas espécies de animais! Continua com o blog vais num bom caminho! Abraços,4amigos4ever!

4amigos4ever disse...

Olá Emanuel novamente! Nos queriamos te perguntar uma coisa, como é que fizes-te o teu linka-me?? Responde no nosso blog sff! Abraços,4amigos4ever!

josnumar disse...

Eu sou natural de Malcata, mas a viver em Matosinhos.A Reserva da Malcata foi criada precisamente para que o lince não fosse extinto.Durante estes anos todos gastaram-se milhões e nunca construiram as estruturas que agora vão edificar em Silves(!!)porque a UE exigiu compensações ambientais para permitir a construção da barragem de Odelouca. Entendes estas políticas de investimento e de defesa do lince? E a Reserva da Malcata para que serve? Sabes, Emanuel, há interesses escondidos por trás destas decisões e o povo português fica de boca aberta com tudo isto. Continua com o teu blog, está fantástico.
Um abraço e nunca deixes de defender os animais de quatro patas.

Estado de Conservação dos Animais:

Estado de Conservação dos Animais
Clica na imagem para mais informações

Rating